Loading...

AROMAS, INGREDIENTES E ADITIVOS

Por: Letícia Cappuccelli

A goma de mascar que te deixa acordado naquela aula chata, o macarrão instantâneo (o famoso miojo) que te salva quase sempre, a bebida de sabores inusitados que você toma nos rolês… o que tudo isso têm em comum? Todos levam aromas e outros ingredientes. Mas o que você sabe sobre aromas, ingredientes e aditivos?

Aromas são moléculas voláteis responsáveis pelo aroma (não me diga :P) e sabor dos alimentos. Sabe quando o nariz está entupido, não consegue sentir os cheiros e qualquer coisa que você come não tem sabor nenhum? É justamente porque o sabor é composto pelo gosto, aroma e outras sensações. OK, já entendi, mas o que tem de tão especial nisso? Os aromas são extremamente complexos e a junção deles pode fornecer um outro completamente diferente. Assim como existem os perfumistas, que são pessoas treinadas que conhecem milhares de fragrâncias diferentes e desenvolvem os mais maravilhosos perfumes, existem os aromistas, responsáveis por deixar o alimento com o sabor desejado. O que são? De onde vêm? (O que comem? Kkk) Como se tornar um aromista? Como posso trabalhar com isso? Vamos abordar essas e outras questões no curso.

E ingredientes? As empresas que fabricam os ingredientes são conhecidas como B2B (business to business). Elas são pouco conhecidas por nós consumidores pois temos contato apenas com as empresas B2C (business to consumers), como a Unilever, a Nestlé, a Mondeléz… As B2B normalmente não tem produtos para o consumidor final e são elas que fabricam vários dos ingredientes que você vê nos rótulos dos alimentos das B2C. Que ingredientes são esses? Basicamente os espessantes, edulcorantes, corantes, conservantes e assim por diante. Alguns são considerados aditivos. E ainda existem os coadjuvantes de tecnologia. Qual a diferença entre eles? Vou deixar o suspense no ar já que isso será respondido no curso 😉

Mas por que devo fazer o curso de Aromas, Ingredientes & Aditivos na 38° Semalim?

Flor de baunilha

● Essa é uma área enorme no segmento de alimentos e bebidas e engloba todas as outras áreas. Se você gosta da área de lácteos, panificação, carnes, frutas, etc, você pode trabalhar com isso dentro da área de ingredientes. Você pode trabalhar com P&D, marketing, engenharia ou diversas outras funções. Além disso, trabalhando em uma B2B, você terá como clientes as empresas B2C (imagina trabalhar com a Danone, a Nestlé, a Unilever, tudo ao mesmo tempo?). Lógico que o curso não garante seu estágio (infelizmente :/) mas vai oferecer a oportunidade de muito networking com empresas muito legais e que você talvez nem sabia que existia!!!

● Você também vai saber quais são as soluções da indústria para diversos produtos, desde as mais tradicionais até as mais recentes. Por exemplo, como as indústrias de ingredientes estão propondo soluções para a crescente demanda por rótulos limpos (clean label).

● A maioria das grades de engenharia de alimentos ainda não explora os aromas, ingredientes e aditivos da forma que deveria, então saber mais sobre o assunto é um diferencial.

● Teremos uma visita técnica em uma empresa dessa área, para ver como funciona uma B2B nos bastidores.

● Além, é claro, de descobrir as respostas para as perguntas =o)

Leave a reply